MyFuture.pt

Estás aqui:

Ensino Superior

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

flags2

O Erasmus+ pretende modernizar e melhorar o ensino superior na Europa e no resto do mundo e dar oportunidade aos estudantes e funcionários de desenvolverem as suas competências e aumentarem as suas perspetivas de trabalho.

Promover a partilha de boas práticas entre universidades e empresas em "Knowledge Alliances" (Alianças do Conhecimento).  As instituições do ensino superior dos países participantes podem trabalhar com países vizinhos, países dos Balcãs não pertencentes à UE, Ásia, África e América Latina, no sentido de desenvolverem os respectivos sistemas de educação.

 

O que é que envolve?

Oportunidades para os estudantes aprenderem no estrangeiro, incluindo:
- Licenciatura, incluindo o nível de Mestrado;
- Estágios em empresas.

Oportunidades para os funcionários realizarem atividades de desenvolvimento profissional, incluindo:
- Formação ou ensino;
- "Workshops" ministrados por empresas.

Cooperação entre instituições:
- Ministrar mestrados integrados num consórcio de instituições de ensino superior dos países participantes.

Cooperação com empresas:
- As empresas e as instituições de ensino superior podem trabalhar em conjunto e partilhar os seus conhecimentos.

Cooperação fora da UE com países vizinhos, África, Ásia, e América Latina através de projetos que aumentam as competências ou conhecimentos de uma organização, como:
- Projetos conjuntos para modernizar métodos de ensino, materiais e currículos;
- Projetos estruturais que incluam a participação das autoridades nacionais.

 

Para Quem?

Para as seguintes organizações dos países participantes:
- Alunos de instituições de ensino superior;
- Funcionários de instituições do ensino superior (académico e não académico);
- Empresas privadas.
Instituições do Ensino Superior em países vizinhos, países dos Balcãs não pertencentes à UE , Ásia, África e América Latina podem participar em projetos que se realizam fora da UE.

 

Mestrados Conjuntos

Os Mestrados Conjuntos são ministrados por um consórcio internacional de instituições de ensino superior - e se for o caso - outros parceiros educacionais e não educacionais com experiência e interesse na área de estudo específico/área(s) profissional abrangida pelo programa conjunto.

Duração?
Um Mestrado Conjunto corresponde a um programa de estudo internacional integrado de alto nível de 60, 90 ou 120 ECTS.

Para Quem?
Estudantes de mestrado, funcionários das organizações participantes, convidados (oradores convidados) de programas de países participantes.

Onde?
Em pelo menos dois dos países do programa representados no consórcio, mas parte dos estudos também pode ter lugar num país parceiro.

Quantos participantes?
Entre 13 e 20 estudantes bolseiros e 4 estudantes convidados/oradores convidados. Além dos estudantes bolseiros, os alunos auto-financiados, também se podem inscrever.

Como se candidatar?
Os estudantes ou académicos devem contactar o consórcio que oferece o Curso de Mestrado para mais informações sobre os cursos e procedimentos de candidatura.

 

Doutoramentos

Muitas oportunidades são oferecidas aos candidatos a doutoramento e investigadores através das Ações Marie Skłodowska Curie.
Além disso, um número limitado de bolsas de estudo serão oferecidas aos doutorandos a participar em Doutoramentos Conjuntos Erasmus Mundus.
As condições para participar são as mesmas que para os Mestrados Conjuntos.
Os candidatos a doutoramento ou académicos devem contactar o consórcio que oferece os Cursos de Doutoramento Conjuntos para obter mais informações sobre os cursos e procedimentos de candidatura.

Os estudantes interessados deverão dirigir-se a Gabinete Responsável pela Mobilidade na sua Faculdade e verificar junto do mesmo os critérios de elegibilidade. Não te esqueças que este intercâmbio de estudantes ao abrigo do programa ERASMUS + implica um acordo prévio entre a instituição de origem e de acolhimento.

 

Fonte: ec.europa.eu