MyFuture.pt

Estás aqui:

Entrar no superior, passo a passo

entrarnosuperior passoapasso

Chegou a fase de candidaturas ao ensino superior, mas já estás cansado de toda a burocracia? Tens dificuldade em compreender o processo? Andas perdido com as datas? A Forum Estudante dá-te uma ajuda.

O primeiro passo que tens a tomar e, aquele que vai ter mais importância no teu futuro é a escolha do curso ou cursos que pretendes para o teu futuro. Nesse sentido tens que avaliar também quais são as tuas possibilidades dentro desta matéria. Assim sendo, já terás uma ideia de quais são os exames que vais realizar e quais os que te vão servir como prova de ingresso.

 

Média

Tenta calcular a tua média de antemão, para teres à partida uma noção das metas a atingir e poderes gerir o teu tempo entre o estudo e o relaxamento. Se fizeres essa avaliação, ficas a saber qual o esforço extra que é necessário, caso a média do curso que pretendas seja muito elevada. Não sabes onde procurar as médias do ano anterior? Basta consultar no Guia de Acesso ao Ensino Superior, no Índice de Cursos, onde também podes verificar quais as provas de ingresso necessárias à candidatura.

 

Ensino Profissional

Os estudantes provenientes dos cursos profissionais que queiram ingressar no ensino superior, terão que realizar o exame final nacional de Português (639), bem como outro exame a uma disciplina à escolha, desde que faça parte da componente de formação geral dos cursos científico-humanísticos. Neste sentido, há ainda que realizar os exames específicos que correspondam às provas de ingresso do curso ao qual se candidatam.

 

Pedido de senha

Este passo não tem nada de complicado: basta navegar até ao site da Direcção-Geral do Ensino Superior (DGES), na área de Acesso ao Ensino Superior e requisitar uma senha de acesso. À partida, encontrarás um formulário com campos para preenchimento, entre eles o número de identificação e os dígitos de controlo do cartão de cidadão, bem como o e-mail e outros.

Após a submissão dos dados que te foram pedidos, serão enviados para o e-mail que indicaste no preenchimento, as instruções que precisas para a confirmação do pedido de atribuição de senha e ainda imprimir o recibo correspondente. Caso tenhas algum problema e não recebas estas respostas, podes sempre recorrer ao site da DGES e verificares o separador Consultar Estado do Pedido.

 

 Ficha ENES

O que é a ficha ENES? Parece-te um bicho de sete cabeças? Bem pelo contrário, este é um documento que tem informação e que te ajuda na candidatura ao ensino superior. Informa-te sobre as provas de ingresso válidas, bem como sobre a conclusão e classificação do ensino secundário (nas várias fases do processo).

Depois de realizados os exames da 1.ª fase e, se ficaste aprovado a todas as disciplinas e exames obrigatórios podes requisitar a ficha ENES, na secretaria da tua escola.

Esta contém ainda um código de ativação indispensável à validação da candidatura online.

 

Candidatura

Vamos ao que interessa. Esta parte convém preencher com cuidado e sem pressas. Um engano de um código pode enviar-te diretamente de Trás-os-Montes para o Algarve. O processo envolve vários passos importantes mas aquele que mais depressa te ocupa os pensamentos é o passo número 6.

O que envolve este passo? É aqui que tens escolher o curso e a instituição onde queres entrar. Tens seis opções à escolha, mas tem em atenção que a primeira da lista deve ser a tua preferência. Isto porque, independentemente de teres nota para entrar em dois, ou até mais cursos, daqueles que escolheste, apenas serás colocado no que aparece primeiro na listagem.

A média de entrada de um curso varia de ano para ano e vai depender de todos os alunos que se estão a candidatar a esse mesmo curso, no ano letivo corrente. A lista de colocações é ordenada de forma decrescente, sendo que em primeiro lugar aparecem os alunos que obtiveram médias superiores aos do fim da lista. Atenção que os números de vagas são limitados e nem todos os nomes presentes na listagem são colocados.

Ao preencheres a candidatura online, verifica se à frente de cada curso que inseriste no sexto passo aparece a nota com que te estás a candidatar (ou seja, a tua média do secundário e a nota das provas de ingresso desse curso em que obtiveste melhor classificação).

Se em vez da nota te aparecem letras, verifica bem se tomaste todos os passos corretos. Isso pode significar que não tens condições de acesso para te candidatares a esse curso. Se for este o caso, basta substituir essa opção por uma outra. Isto pode ocorrer nos casos em que não foi realizada uma prova de ingresso obrigatória ou em que não foram preenchidos pré-requisitos.

No final, relê a candidatura com os olhos bem abertos, vais ver que te poupa sarilhos no futuro. Confirma que está tudo certo e verifica se a plataforma não te deixou nenhum aviso sobre um eventual erro no processo. Agora sim podes submeter a candidatura, imprimir o comprovativo e boa sorte!

 

E se me arrepender da(s) escolha(s)?

Estavas quase a adormecer e descobriste que afinal não queres Medicina e preferes Artes Plásticas? Não entres em pânico porque, durante o período de candidaturas e até o prazo terminar, podes ter acesso à plataforma e efetuar uma nova candidatura. Entretanto não te esqueças de voltar a imprimir o recibo. A única candidatura válida será sempre a mais recente, ou seja, a última que foi submetida no portal.

Dia 7 de setembro é uma data que vais sempre recordar: o dia em que saem os resultados da 1.ªfase. Vais receber um e-mail a informar onde é que ficaste colocado e é melhor teres as malas prontas, porque até dia 11 vais ter que te inscrever na instituição onde foste aceite e garantir a tua vaga.

 

 E a 2.ª fase?

Se não ficaste satisfeito com os resultados da 1.ª fase e precisas mesmo de ir ao segundo round, não desesperes: tens a 2.ª fase. As inscrições vão decorrer entre 13 a 15 de julho, sendo que as pautas só serão afixadas a 5 de agosto. Tens é que ter em atenção que estes exames só servem para concorrer à 2.ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior.

Depois, entre 7 a 18 de setembro, podes preencher então uma nova candidatura. Nesta fase, vão estar menos vagas disponíveis do que na primeira. Nesta altura, só te deves candidatar a cursos e instituições onde queiras mesmo ficar, porque assim que saírem os resultados (a 24 de Setembro) e, caso fiques colocado numa das opções, perdes a tua vaga na instituição em que ficaste na primeira fase. Volta a fazer as malas porque, até dia 28, é ir a correr fazer a inscrição.

Tens ainda a possibilidade de concorrer a uma 3.ª fase. Outro assunto a ter bem presente é que se te quiseres candidatar a uma instituição privada, academia militar ou conservatório, tens de te informar diretamente junto da instituição, em relação aos prazos e condições de acesso, uma vewz que podem não ser aplicáveis as mesmas regras do ensino público.

 

 Simulador de candidatura e app ES Acesso

Para te facilitar a vida, o site da DGES tem um simulador de candidatura que te ajuda a praticar antes da altura certa e, disponibiliza ainda uma aplicação oficial do acesso ao ensino superior – a ES Acesso.

Esta app permite-te consultar os cursos oferecidos pelas instituições de ensino, vagas e condições de acesso, bem como inclui um calendário com as datas mais importantes no processo de candidatura. Dá-te ainda acesso a outras informações úteis, como contactos de gabinetes de acesso ao ensino superior e instituições.

 

 Bolsas de Estudo

A vida estás complicada e andas de bolsos vazios? Calma, não é o fim da linha. Outra das coisas positivas neste ingresso rumo ao ensino superior é que continuam a existir bolsas destinadas a apoiar alunos.

No 5.º passo, em opções de candidatura vai aparecer uma opção que te pergunta se te pretendes candidatar a uma bolsa de estudo. Nesse passo, ainda que assinales sim, não te vai ser pedido mais informações para além do número de telemóvel. Vai ser-te enviada nova senha de acesso, através da qual deverás efetuar uma candidatura individual para bolsa.

Para poderes preencher todos os dados tens que ter contigo os seguintes documentos de todos os elementos do teu agregado familiar: Cartão do Cidadão, número de contribuinte (NIF), número de segurança social (NISS), declaração de IRS, número associado à conta bancária (IBAN), lista de Imóveis, Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) ou Caderneta Predial.

No site da Direção-Regional do Ensino Superior (DGES) podes obter mais informação sobre os dois tipos de bolsa disponíveis, por necessidade (atribuídas a estudantes com dificuldades financeiras) e por mérito (relativas ao aproveitamento escolar).

Existe ainda o programa +Superior – que integra 12 instituições de ensino superior – e que procura aumentar o número de alunos em estabelecimentos de ensino superior e que se encontram sediados em regiões do país com menor densidade demográfica.

Para além destas bolsas de estudo associadas à DGES, tens outras, como é o caso das bolsas da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), da Fundação Calouste Gulbenkian, do Instituto Camões, da Fundação Luso-Americana. Outra opção a considerar são os empréstimos de garantia mútua.

Depois disto tudo ainda tens dúvidas? Não desesperes, qualquer coisa podes sempre voltar ao site da DGES (Estudantes>Acesso ao Ensino Superior>Contactos) e consultar a Lista de Gabinetes de Acesso ao Ensino Superior de todo o país. Depois, é só veres qual o que está mais próximo da tua localidade e ires até lá esclarecer as tuas dúvidas.

 

Calendário de Acesso ao Ensino Superior

 

Exames nacionais

1.ª fase

Realização dos exames: 15 a 27 de junho

Afixação das pautas: 13 de julho

 

2.ª fase

Inscrição: 13 a 15 de julho

Realização dos exames: 19 a 22 de julho

Afixação das pautas: 5 de agosto

 

 

 

Concurso Nacional de Acesso ao Ensino

1.ª fase

Candidaturas: 20 de julho a 7 de agosto

Divulgação de resultados: 7 de setembro

Matrículas: 7 a 11 de setembro

 

2.ª fase

Candidaturas: 7 a 18 de setembro

Divulgação de resultados: 24 de setembro

Matrículas: 24 a 28 de setembro

 

3.ª fase

Candidaturas: 6 a 10 de outubro (a confirmar)

Divulgação de resultados: 14 de outubro (a confirmar)

Matrículas: sem info