MyFuture.pt

Estás aqui:

Vais sair de casa?

vaissairdecasa1

A entrada no Ensino Superior marca uma nova fase da tua vida e, se tiveres que te deslocar para longe de casa, dos amigos e da tua zona de conforto, a mudança não é pequena. Os teus pais vão sentir a tua falta e sentir no bolso o preço de um filho a estudar fora de casa. Para que o sofrimento deles não aumente vais ter que controlar melhor os teus gastos.

Mas é também um período diferente: podes vê-lo como uma nova aventura, onde vais aprender muitas coisas novas. Vais aumentar a tua independência, gerir os teus horários e toda aquela confusão ao teu redor.

Ainda assim sentes-te um pouco intimidado? A Forum Estudante ajuda-te "com a mudança", para que a possas aproveitar ao máximo. Espreita aqui o que podes fazer para te adaptares facilmente à tua "nova casa".

A tua nova casa
Se tiveres um grupo de amigos que vão para a mesma cidade, a tarefa é bem mais fácil. Em conjunto, podem procurar um espaço de estudo e de convivência. A tua situação também melhora se tiveres familiares onde possas ficar por uns tempos. Até conseguires arranjar um espaço confortável, poupas uns trocos e talvez até, quem saiba, não precises de cozinhar e lavar roupa.
Se vais para o desconhecido e não contas com este tipo de apoio, a tarefa de encontrar casa pode ser mais difícil. Mas não desesperes. Por norma, as cidades que acolhem estudantes já têm dispositivos preparados para te ajudar nesse sentido. Uma opção que podes tomar é dirigir-te à instituição de ensino superior que vais frequentar e verificar nos quadros espalhados pelos corredores se não existem propostas de arrendamento de casas. Por norma vais encontrar anúncios para quartos, apartamentos ou casas que fiquem perto da escola e que sejam apenas destinados a estudantes universitários.
Tens ainda a possibilidade de te candidatar a uma residência universitária. Mas, para isso, prepara-te bem cedo e tem atenção ao que é necessário para poderes contar com este apoio, porque o processo pode alongar-se.

Não queres passar fome?
Não entres em pânico se não souberes cozinhar ou mesmo acender o fogão. O ensino universitário é a escola certa para aprenderes a arte da culinária. Com todas as sobras dos tupperwares que a tua mãe te enviou para a semana: junta tudo e aquece no microondas.
Podes sempre recorrer ao clássico do take-away mas, com tanto hamburguer, pizza, chinês, nepalês, indiano, e sabe-se lá que mais, vais acabar a ir a rebolar para a faculdade com os bolsos vazios.
A boa notícia é que já existem tutoriais no youtube para aprenderes a acender um fósforo, ou a tornares-te no próximo MasterChef: a escolha só depende de ti.
Se tudo falhar, recorre àquilo que é o kit de emergência da maioria dos estudantes – as cantinas universitárias.

Tens medo de te perder?
Se a tua casa ficar perto da instituição de ensino que vais frequentar, basta levantares-te cinco minutos antes das aulas e correr. Se quiseres ficar em forma, podes também dar uso à bicicleta velhinha que tens lá em casa, aproveitas e ainda poupas uns trocos.
Se tiveres um problema de orientação, não há nada como consultar o Google Maps: basta colocar o local de partida e a direção final do percurso e ele apresenta-te um sem número de opções, do número do autocarro, à estação de metro e até te informa o tempo que levas a chegar ao destino.
Se te perderes, não fores fã de tecnologia e deixares frequentemente o telemóvel em casa, basta encontrar um polícia e pedir que te leve a casa.
Mas se o teu problema for mesmo um percurso longo, ou se gostas de dormir aqueles 5 minutos extra, o passe mensal de transportes públicos é uma das melhores opções. Podes verificar aqui os custos de transporte em algumas cidades:

Lisboa Viva | Passe Navegante Urbano | Lisboa – 35,65

Andante | Passe Social Estudante | Porto – 22,60€ a 69€ (altera consoante n.º de zonas)

SMTUC | Passe Social Estudante | Coimbra – 22€

PRÓXIMO | Passe Estudante | Faro – 10,59€ a 53,30€ (altera consoante n.º de zonas)

Trevo | Passe Urbano | Évora – 9,88€

Uma outra vantagem dos transportes públicos é que as empresas hoje em dia já disponibilizam apps para smartphone com horários, paragens e até com o tempo que falta para o próximo autocarro.

Sentes uma onda de nostalgia?
Deixaste os gatos e cães em casa e agora sentes uma lágrima no canto do olho? O colchão da nova casa é mais duro? Quem sabe: sentes até a falta dos teus pais?
Para evitar a saudade, podes sempre fazer uma conta de facebook à tua avó, instalar o whatsapp no telemóvel da tua mãe, ou ensinar a difícil tarefa de instalar o skype no computador ao teu pai. Com sorte, ao fim do dia recebes no telemóvel umas selfies da família inteira.
Continuas a sentir aquele vazio? O melhor mesmo é encontrares uma atividade que te permita preencher o tempo, seja ela um jogo de futebol à quinta-feira ou o clube de xadrez às terças, vais ver que a semana passa a correr.
Se és do género potato couch o melhor mesmo é convidares todos os teus amigos para irem lá a casa, comer umas pipocas entre os intervalos do estudo.
Vais ver que nesta nova fase vais andar a correr de um lado para o outro, fazer novos amigos e depressa a onda de nostalgia se desvanece.

Vai passear!
Uma outra forma de preencher o tempo é conhecer a tua nova cidade. Podes aproveitar os tuk tuk em Lisboa, as tasquinhas típicas no Porto ou até andar de Basófias em Coimbra.
Segue as agendas culturais do sítio onde te encontras e vai a concertos, ao cinema, assistir a grupos de teatro amador, ver museus e aproveita esta mudança o melhor que possas.
A vida de estudante é uma altura única da tua vida e não te arrependas de vivê-la ao máximo.


Dicas de Sobrevivência
→ arranja um porquinho mealheiro para usares no final no mês, ou quando estourares o budget mensal;
→ quando saíres à noite leva uma quantia fixa de dinheiro e o cartão de utente no bolso;
→ vai às compras de barriga cheia, senão vais trazer para casa pacotes de batatas fritas e bolachas para o resto da década;
→ leva um saco de viagem gigante quando fores a casa para poderes abastecer de tupperwares.